Archive for Agosto 2015

Estamos de Volta! Esquadrão Expresso ToQger: O Sonhado ToQ #7

By : Clock Up
Olá, pessoas.

Antes de mais nada, vou pedir desculpas ao pessoal que acompanhou ToQger por aqui e que estava ansioso para ver esse filme.
Em seguida, precisamos agradecer ao Over-time por ter lançado ele em Inglês e facilitado nosso trabalho. Sem dúvidas, eles são o grupo de fansubbing mais bem estruturado e bem sucedido quando se trata de legendar tokusatsu. Thanks guys!


E com isso, finalmente concluímos nossos lançamentos de Esquadrão Expresso ToQger! Agradeço muito ao pessoal que esteve conosco durante esse tempo.
Possivelmente, não lançaremos mais nenhum outro projeto dos anos 2000 pra cá. Ao invés disso, de agora em diante, tentaremos focar apenas em séries mais antigas, principalemente nas que ainda não têm ninguém trabalhando nelas.
Vocês sempre poderão encontrar séries mais novas com os nossos irmãos do THC Subs, no entanto.

Até mais, galera!
Cheers!

1080p | 720p | SD |Script

Duelo de Fãs - Até Aonde Vai o Seu Fanatismo e COMO Isso Afeta o Próximo??

By : RodrigoPatoDonald
Existe certo provérbio argentino que diz o seguinte: “A mesma mão que dá carinho é a mesma mão que fere!” Nesses tempos mistos de guerra e paz, esse provérbio tem sido mais acentuado do que nunca.
Por quê? O que vamos analisar agora? Vejamos!



Em praticamente todas as espécies animais, existem disputas por algo. Por exemplo, os carneiros alpinos costumam disputar entre si, batalhas para provar quem merece ser o DONO do rebanho. Algumas espécies de tigres disputam com outros da mesma espécie por territórios grandes e isolados. Algumas aves, como a ave-do-paraíso, disputam entre si para saber qual o macho mais belo e que tem o direito de se acasalar com uma fêmea. Fora algumas espécies diferentes que disputam entre si pela posse de determinado alimento, como vemos entre as hienas e os abutres que disputam pela posse das carcaças deixadas pelos leões e leopardos. O que quero mostrar com esses exemplos é que, no reino animal, as disputas fazem parte do andamento da cadeia alimentar e do movimento do ecossistema. Essas disputas são de forma “civilizada” e ajuda a manter o equilíbrio da Natureza. Mas, e na espécie humana, como ficamos?

Bem... Nem eu e nem vocês somos carneiros alpinos, tigres, aves-do-paraíso, hienas, abutres, leões ou leopardos. Foram só ilustrações para mostrar que a disputa é algo natural. Desde os primórdios da humanidade, a mesma tem sede de disputar por algo. Isso ocorre desde os tempos bíblicos, quando israelitas disputavam com outros povos pela posse de terras dadas por Deus. Nos tempos da antiga Grécia, era comum habitantes de cidades vizinhas disputarem pela soberania. Por exemplo, as disputas de Atenas e Esparta se tornaram lendárias para o imaginário do povo. E como se esquecer das disputas religiosas em cidades antigas, como na antiga Éfeso e Roma, que queriam suprimir o Cristianismo e provar a soberania da religião “pagã”?

Só que, à medida que a humanidade “evoluía”, o modo como os mesmos humanos encaravam as formas de disputar por algo também, evoluíram. Algumas para o bem e outras para o mal. Alguns seres humanos geniais transformaram as disputas em lazer e entretenimento. Afinal, quem não se diverte disputando uma partida de futebol ou tênis ou até mesmo xadrez e videogame com amigos? E algumas mentes geniais transformam essas disputas em torneios de forma criativa e inteligente.

Agora vamos falar sobre a forma errada de disputar e defender seus interesses. Hoje em dia, é comum vermos pessoas se “matando” (às vezes, literalmente) por defender a supremacia de seu gosto pessoal (que eu defino como PRECONCEITO). Muitas vezes nos deparamos com torcedores de times rivais se matando desenfreadamente porque seu time do coração perdeu determinada partida importante. Hoje em dia, temos uma ferramenta MUITO usada para elevar as disputas nocivas por algo envolvendo o seu gosto pessoal (agora sim, entra a ideia do proverbio argentino do início da matéria): a INTERNET. Sim! Muitas pessoas se escondem atrás de um teclado para alimentar e disseminar discursos preconceituosos e incitando o ódio. Vou lhes dar um exemplo: na época do acidente da família Huck, MUITAS pessoas que não nutrem simpatia pelo apresentador usaram tabloides para maldizer o acidente e até mesmo lamentar pelo fato do apresentador, esposa e seus três filhos não terem morrido. Detalhe: MAIORIA atrás de nomes e imagens falsas.

Por causa dessa aparente facilidade que as pessoas possuem de “se esconder” por trás, é comum encontrarmos pessoas causando disputas desnecessárias por coisa que devia ser apenas lazer de determinada pessoa. Vemos na tão “danada” internet, pessoas alimentando a disputa: Angélica X Xuxa, Lady Gaga X Madonna, Chaves X Trapalhões, Palmeiras X Corintians, Flamengo X Vasco, Funk X Metal, Ateísmo X Teísmo, Heterossexuais X Gays e etc. As vezes, muitas dessas disputas são alimentadas por pessoas que querem ver o circo pegando fogo descaradamente. Aí, aumentam-se as ameaças, as ofensas e os ataques contra os alvos e as pessoas que caem na estúpida lábia desses fomentadores.

Hoje em dia, as pessoas estão mais preocupadas em defender seus interesses e o principal, usam a internet para OBRIGAR as pessoas a aceitarem seus interesses egoístas. Aqui no grupo da revista Animax do Face, tivemos dois exemplos essa semana que mostram que o interesse de determinada pessoa se mostra mais imponente do que o gosto da vítima em si. O primeiro foi postado por mim alguns dias, onde um usuário questionou como seria a seleção de elenco de Saint Seya Omega após a morte prematura de um dublador, não respeitando a dor de entes do falecido. Tudo para defender seus interesses como fã, preocupado MAIS com as vozes do personagem de um desenho do que a dor de se perder o ente querido. Mesmo que ele não tenha tido maldade em se pronunciar daquele jeito sobre o falecimento do dublador, visto que ele não o conhecia pessoalmente, mas só seu lado profissional, vale salientar que o local (a página de entes queridos do Antônio Akira) e o momento (homenagens póstumas sobre o Akira) NÃO eram propícios para ele postar comentário de gosto duvidoso. E, por causa disso, ele foi retalhado e ajudou a difamar a imagem de pessoas que são realmente fãs da franquia Saint Seya, causando uma disputa desnecessária entre sensatez e insensatez.



O outro exemplo que presenciamos está na imagem apresentada pelo nosso colega Amancio. Um cidadão questionou o gosto de uma colega por simplesmente ela gostar de assistir tokusatsus, chamando-a de infantil. Aqui, foi levantada a disputa entre Maturidade X Imaturidade. Segundo os prints, o cidadão em questão alegou que a nossa colega era imatura por gostar de assistir séries infantis. Tudo bem ele não gostar de assistir tais produções. É o direito dele não gostar. Mas, QUEM É ELE para dizer o que é “maduro e imaturo”? Lógico que, a conduta de determinados fãs faz com que MUITAS pessoas “maduras” vejam fãs de animes e tokusatsus (asiáticos, americanos e europeus) como “imaturos”. Por isso, gostaria de salientar o EXCELENTE comentário do nosso colega Felipe Maretta:

 “As pessoas mais velhas não dão mais valor a lições primárias de convívio social. Tudo o que é abordado nos tokusatsus e Power Rangers são valores considerados de formação de caráter. Eles só ganham destaque nas produções para que as mesmas sejam justificadas como entretenimento, senão as séries seriam apenas ação com tramas pontuais como as demais séries indicadas a públicos mais adultos. A medida em que amadurecemos, outros valores vão tomando lugar sem que necessariamente sobreponham as iniciais. O problema é que as iniciais não interessam mais a adultos pois já passamos disso daí a ojeriza a esses tipos de produção. Precisamos entender que apreciamos um tipo de entretenimento que não é feito para nós como público alvo. Chamamos de ‘era de ouro’ porque acompanhamos essas séries quando éramos a faixa etária das mesmas, seguimos acompanhando por hobby e afinidade, mas a indústria do entretenimento evolui de acordo com sua audiência. Portanto a tendência é que nos sintamos deslocados pois essencialmente não somos seu público alvo. Some a isso um bairrismo infantil e teremos as viúvas do Black, os saudosos da manchete e as polarizações da tokunet. Triste mas muito humano!”



Embora o comentário dele se aplica diretamente aos toku-fãs, ele pode MUITO bem se estender sobre outros ramos do entretenimento, não importando a origem geográfica da coisa e o formato da mesma.


Enfim, concluo esse texto dizendo: NÃO OBRIGUEM AS PESSOAS A ACEITAREM SEUS GOSTOS! Evitem causar disputas. Uma coisa que precisamos entender é o seguinte: o brasileiro já não é bem visto na internet pelos outros povos. Somos alvos constantes de preconceito lá fora (caso vocês não saibam). E, ao invés de unirmos e evitarmos disputas desnecessárias, nós mesmos (me incluo nessa) temos a tendência de atacar os gostos dos outros. Vamos tentar respeitar o próximo. Vamos TENTAR colocar os interesses do próximo acima do nosso. Só assim, vamos agir com sensatez e maturidade. Criticar é bom e disputar também, mas, saibam criticar e disputar e tudo será bem sucedido para o bem dos que REALMENTE são fãs de algo. :D

O QUE É TOKUSATSU E QUAL O SEU PÚBLICO ALVO??

By : RodrigoPatoDonald
Já pararam para se perguntar o que quer dizer Tokusatsu e qual o seu público alvo??





Começo essa matéria com um verso de uma música infantil que diz assim: “Nem tudo que reluz é ouro e nem tudo que balança cai, nem sempre tem um tesouro por onde a gente vai...”. Por que esse verso é oportuno? Vejamos...

Uma das maiores reclamações dos toku-fãs na net tem sido essa: “Tokusatsus estão MUITO infantis, deviam vir mais sérios, mais para adultos”.  Vamos por partes? Vamos lá!



Para entendermos qual o público alvo dos tokusatsus, precisamos entender QUAL a origem da expressão “tokusatsu”. Como eu falei na minha review do longa Shogun Mayeda (clique aqui pra conferir), pelo que conversei com a minha sensei, tokusatsu vem de “tokushu satsuei” e os kanjis para essa expressão quer dizer nada mais e nada menos que “produções (sejam em filmes ou em séries) com efeitos especiais”. Nada mais que isso. Para os JAPONESES, QUALQUER produção de QUALQUER país que use de efeitos especiais, não importa o gênero, é um “tokusatsu”. Para os JAPONESES, filmes como Thor, Os Pássaros, Cocoon, ET, Ben-Hur, Exterminador do Futuro e etc são “tokusatsus”. E vale salientar que, para ser um tokusatsu, segundo o padrão japonês, não precisa ser algo necessariamente de sci-fi futurístico. Uma produção de época (como os filmes O Último Samurai e Crônicas de Nárnia), ou algo urbano (como Batman Begins) ou até mesmo guerra (como Pearl Harbor e Yamato) podem soar como “tokusatsu”, visto que eles são filmes (e séries) que usam efeitos especiais. Vocês NÃO vão encontrar NENHUM Kanji em “Tokushu Satsuei” que indica que “tokusatsu” tenha como tradução, algo como “séries de super-heróis JAPONESES” ou “séries de super-heróis para crianças”.



Mas nós, reles mortais brasileiros e toku-fãs, com o nosso jeitinho de adaptar as coisas para o nosso gosto, acabamos “deturpando” o real significado da expressão tokusatsu. Em 99,9% dos blogs, páginas, fóruns, sites e grupos que usam a expressão “tokusatsu”, a definição mais correta (segundo o ponto de vista dos donos dessas plataformas) é “séries e filmes com super-heróis japoneses”. Eles estão errados? Claro que NÃO! Afinal, essas produções japonesas, usam efeitos especiais nas suas formações. O que acontece é que, para a grande massa de toku-fãs brasileira, eles usam a expressão “tokusatsu” NÃO com o significado da sua essência (produções com efeitos especiais), mas eles a usam para diferenciar as produções de super-heróis japoneses das outras produções de OUTROS países que usam efeitos especiais. Por isso, vamos encontrar uma GRANDE massa de gente que se recusa a aceitar produções como Power Rangers, Super Human Samurai e os Godzillas americanos como “tokusatsu”, taxando-as de “cópias” (ao invés de “adaptações”), mesmo eles sabendo que, pelo fato dessas produções serem diferentes dos originais, eles usam efeitos especiais e sim, são tokusatsus.



E, por causa do conhecimento limitado dos brasileiros sobre o que é tokusatsu, acabamos limitando também os gêneros de tokusatsus e, ainda por cima, limitamos o público alvo dos mesmos. Os tokusatsus japoneses possuem 60 anos de história. O primeiro tokusatsu japonês existente foi o filme Godzilla, lançado em 3 de Novembro de 1954, direcionado especificamente ao público ADULTO, com o intuito de conscientizar os cidadãos japoneses sobre os riscos do uso continuo e desordenado de armas nucleares e suas consequências desastrosas para o meio ambiente. Depois, MUITOS tokusatsus do gênero Kaijuu Eiga foram lançados no mercado japonês e o resultado foram mais e mais adultos consumindo os tokusatsus japoneses. Paralelos aos Kaijuus, tivemos os filmes de Samurais e Ninjas que usavam e abusavam de efeitos especiais para retratar o Japão Feudal, em cenas que tinham decapitação, cortavam as pessoas ao meio, desmembravam, destruíam castelos, queimavam pessoas e etc. Esses tokusatsus são chamados de “Ninja Heroes” (ou Nippo Heroes), por retratarem os heróis japoneses na época feudal. Hoje em dia, os Ninja Heroes são de uso exclusivo para o público adulto japonês (e até mesmo os mais idosos) e possui produções espalhadas pelo país. Hoje, podemos encontrar Ninjas Heroes para o público adolescente, como vimos nos filmes Azumi e Azumi 2.




Mas os tokusatsus japoneses mesmo são conhecidos por causa de quatro franquias que foram exibidas a exaustão no Brasil nos anos 90: Ultraman, Kamen Rider, Super Sentai e Metal Heroes. E, vale salientar que, no Japão, essas quatro franquias principais eram direcionadas, em mais de 91% de suas produções, para o público infantil japonês, principalmente as franquias da “Toeiverso” (Universo Toei). E, seria incoerente de nossa parte dizer que, as crianças japonesas dos anos 2010 possuíssem a mesma linha de pensamento e interesses que as crianças dos anos 1950. Por exemplo, um menino dos anos 1950, se contentava com um pião de madeira e um bilboquê. Hoje em dia, um menino NEM sabe o que é um pião ou um bilboquê. Eles já nascem praticamente grudado num tablet ou num celular. E, no mundo do entretenimento visual, quanto mais mirabolante e chamativo o filme, desenho ou game, mais divertido vai ser para essas crianças. Por exemplo, se botar uma criança para jogar um Pacman dos anos 80, para ela, não vai ter utilidade nenhuma. Mas, é mais fácil conquistar uma criança com um League of Legend ou um GTA do que um Pacman ou um Enduro, que são praticamente monocromáticos, sem nenhum atrativo para a criança moderna. 



Vamos pegar os Super Sentais atuais como exemplo. Se pegarmos os sentais iniciais como Goranger ou JAKQ, que são sombrios e muito violentos e compararmos com ToQger e Ninninger, encontraremos uma diferença gritante, onde a tonalidade dos últimos são coloridos e o uso de CG é “exagerado” justamente porque as crianças japonesas de hoje (e as do mundo) pedem essa tecnologia todo. Muitos toku-fãs reclamam, como citei no início do artigo: “Ah... os tokus de hoje estão MUITO infantis...”, “deviam fazer algo mais sério...”, “cadê as trevas e as tragédias?”... aí, eu pergunto para vocês: vocês estão procurando tokus para ADULTOS brasileiros nos lugares CERTOS? Vale salientar que os tokus que vocês querem assistir segundo o gosto de vocês, as franquias da “toeiverso” (Kamen Rider e Super Sentai) são direcionados para o público infantil japonês. E, vale salientar que as crianças japonesas dos anos 2010 são diferentes das crianças japonesas dos anos 2000, que são diferentes das crianças japonesas dos anos 1990, que são diferentes das crianças japonesas dos anos 1980, que são diferentes das crianças japonesas dos anos 1970, que são diferentes das crianças japonesas dos anos 1960 e que são diferentes das crianças japonesas dos anos 1950. É claro que os universos dos Kamen Riders e Super Sentais terão como objetivo, de agradar as crianças japonesas ATUAIS, que são os principais consumidores dos tokus e seus brinquedos, e NÃO adultos brasileiros de 30 anos pra cima, que NÃO é o público alvo dos tokus da “Toeiverso”. Se vocês, nos próximos anos, procurarem tokus da “toeiverso” que agradem seus paladares, eu lhes darei duas opções de sugestões: ou vocês se adaptem a nova forma da Toei fazer tokusatsu para as crianças japonesas ou parem de assistir tokus. Ainda tenho uma terceira sugestão: se querem assistir “tokus para adultos”, saiam do nicho da “toeiverso” (Super Sentais e Kamen Riders). Procurem “tokus para adultos” nos Kaiju Eiga e nos Ninja Heroes. Ali, com certeza vocês vão achar MUITOS tokus para o público adulto. XDD


A COR VERMELHA E O TOP 10 DE REDS DE SENTAIS

By : RodrigoPatoDonald
                           “Vermelhou a paixão... o fogo de artifício da vitória avermelhou...”



Olá, bacanudos e bacanudas! Tudo bem com vocês? Algum tempo atrás, eu fiz um Top 10 de episódios de sentais. Admito, o Super Sentai é a franquia de Tokusatsu que eu MAIS assisti e tive contato (por causa da pressão de uns esquentadinhos que queriam me empurrar os sentais favoritos deles para eu comentar aqui. XDD)....

Embora já tenha assistido mais de 50% de toda a franquia, já dá para se ter uma ideia do que é a franquia Super Sentai. Vamos encontrar algumas particularidades de uma série para outra, embora cada Sentai seja único. Uma coisa que achamos de interessante na franquia é o fato de a cor vermelha estar presente em TODOS os Sentais.

O vermelho é uma cor símbolo do Japão. Representa o brilho do Sol, a representação da maior divindade do panteão japonês: Amaterasu Omikami. Na bandeira japonesa antiga, era um Sol com raios fulgentes. Depois, vem a representação do Sol num círculo num fundo branco (Amaterasu repousando na santidade), que é a bandeira japonesa tradicional que nós conhecemos. Mas, vimos que o vermelho ainda se tornou predominante na bandeira e se tornou a cor símbolo. No Japão Feudal, a cor vermelha era a cor usada na MAIORIA das Yorois. O Vermelho também era a cor que representava os “mikoto” (imperadores), por se acreditar que os “mikoto” eram descendentes diretos de Amaterasu Omikami.

O vermelho representa o fulgor, a vivacidade e a longevidade. É a cor da guerra. Representa também o elemento Fogo, que, por si só, já mostra que serve para dominar diante de sua fúria. O Vermelho é uma cor primária. Dela se sai outras cores, como o grená, o violeta e o alaranjado. Segundo a crendice católica, o Vermelho é o símbolo do pecado da Luxúria. Segundo a mitologia grega, era a cor da armadura de Ares, deus da Guerra.

Bem, com tantas atribuições à cor vermelha, tanto do lado do Ocidente como do Oriente, era de se esperar que os japoneses tivessem uma exaltação à cor com relação aos super Sentais. Para quem acompanhou a franquia, vimos que a cor vermelha nos principais tem sido predominante. Mas, quais as características de cada Vermelho? Bem, são 41 Reds ao total (contando com Time Fire e Princess Shinken Red). Cada um com sua particularidade. Cada um com seu estilo. Não podemos afirmar QUAL Vermelho (ou “Red”, como os toku-fãs gostam de falar) é o melhor. Isso vai da opinião de cada um. NÃO posso chegar aqui e dizer: “Ah, o meu Red favorito é melhor que o teu”. E não é justo alguém chegar aqui pra mim e dizer que eu tenho que gostar dos mesmos reds que ele gosta. É algo MUITO subjetivo. Vou apresentar para vocês, meu Top 10 de Reds de Sentais, não com o propósito de dizer que a minha lista é a melhor e que deve ser seguido. Afinal, cada um tem um jeito de gostar de herói diferente do outro.

E a minha lista de reds de Sentais é baseada no que EU acredito que seja um herói e como ele deve se portar. Segundo a MINHA crença do que é ser um herói, o mesmo deve passar um exemplo de superação, onde o caráter do herói é moldado à medida que o enredo vai crescendo. Um herói perfeito para mim tem que errar MUITO no ínicio, aprender com seus erros no meio e evoluir até chegar ao patamar no final, recebendo uma recompensa pelos seus atos no final da série. Reds “certinhos” demais não me cativam. Aliás, eu desprezo Reds do tipo do Change Dragon, Goggle Red e Red Turbo, por serem certinhos demais. Um Red pra mim, não necessita de ser o líder perfeito. Às vezes, Sentais que possuem outras cores líderes (como foi o caso de Megaranger, Kakuranger e Dekaranger) se destacam mais do que Sentais que possuem líderes natos como Red. Enfim, vou lhes apresentar a minha lista de Top 10 de Sentais. Como de praxe, é uma lista subjetiva e sujeita a alterações no futuro, conforme vou assistindo novos Sentais. Capicce?

10 - Ryo (Ryu Ranger/ Gosei Sentai Dairanger)

Ryu foi descoberto pelo mestre Kaku enquanto foi salvo por este das garras de um monstro de Gohma, enquanto fazia uma entrega. A partir daí, ele se juntou aos outros e sempre tomou a iniciativa de combate da equipe. O que me fez colocar Ryo no meu top 10? Ryo é um lutador que luta bonito. Atrapalhado no início, mas sua evolução é presente. Ele ganhou meu coração pelo fato de se empenhar em dar o seu melhor pela equipe. Ele lutou para ser um exemplo e conseguiu passar esse exemplo para o povo. Admito, Dairanger está LONGE da lista de meus Sentais favoritos, mas, reconhecer a supremacia de Ryo me tornaria um blasfemador dos amantes de Sentais. Ryo luta bonito e merece estar nessa lista por causa do seu ótimo exemplo.



09 - Tendou Ryu (Red Hawk/ChoujinSentaiJetman)

Como iria me esquecer de um dos vermelhos queridinhos do povo brasileiro? Ryu sofreu MUITO durante a série. Teve muitos reveses e sofreu muita pressão psicológica e física durante a apresentação da série. É a ponta principal do pentágono amoroso em Jetman, formado por ele, Maria, Gai, Kaori e Raita. Ele se mostrou um vermelho valoroso, que se importa com o próximo. Teve uma paciência ao lidar com as dificuldades de cada um dos companheiros. E teve um bom jogo de cintura em ensinar a cada um dos combatentes como lidar com as dificuldades de ser um Jetman. Enfim, Ryu é um ótimo exemplo de como um herói deve se portar.



08 - Shiba Takeru (Shinken Red/Samurai Sentai Shinkenger)

Ele é um shogun que não era shogun (assistam Shinkenger e vão entender o fato de ele ser e não ser shogun ao mesmo tempo). Ou seja, é líder nato! Devia ficar feliz por saber que haveria 4 guerreiros que estariam dispostos a morrer por ele. Mas ele, no auge de sua plenitude, me conquistou por um gesto envolvendo os seus vassalos. Ao invés de querer que eles morressem por ele, Takeru queria poupá-los e queria morrer por eles. UAU! Takeru foi o shogun mais controverso da história do Japão e um dos mais hilários. As melhores piadas de Shinkenger foram envolvendo Takeru (principalmente aquela da casa mal assombrada dos Sentais). Mesmo ele passando por situações inusitadas, ele não perdeu a pose e se destaca como um dos melhores vermelhos da história dos Sentais.



07 -  Akashi Satoru ( Bouken Red/Go Go Sentai Boukenger)

Um dos vermelhinhos mais intrigantes da franquia. Considerado uma lenda viva entre os seus subordinados. É o aventureiro mais experiente da equipe. É caloroso, quer passar uma imagem de “líder exemplar”, mas passa por umas situações inusitadas e acaba perdendo a pose (principalmente no episódio em que ele adota o menino Momotaros). Akashi, mesmo sendo o líder, comete alguns erros em prol da dignidade dele e da equipe. Pagou meio que caro por seus deslizes, mas, soube dar a volta por cima e se superou MUITO bem. Foi recompensado no final pelos seus atos e suas excelentes atitudes.



06 - Alata (Gosei Red/Tensou Sentai Goseiger)

Rosto angelical. Um menino ainda. Não possui porte físico de herói. Mas engana-se que, para ser herói de verdade, precisa exalar testosterona e músculos por todos os poros do corpo. Ser herói vai MUITO mais do que sua aparência física. Mas, são suas atitudes que mostram o que é ser um grande herói. E Alata é assim. Odiado pela grande maioria por causa de sua aparência, Alata calou a boca de MUITA gente por suas atitudes nobres, dignas de um grande herói. Com uma participação tímida no inicio, muitas vezes sendo ultrapassado por Moune em atitudes, Alata foi ganhando mais destaque e ele mostrou para que veio. Fez umas coisas inusitadas nos 20 episódios finais e isso fez com que ele entrasse nesse Top 10.





05 - Suzuki Right (ToQ #1/Resha Sentai ToQger)

Outro Vermelho bastante odiado pela grande massa por causa da aparência. Só quero saber da cabeça daqueles que se dizem toku-fãs onde está escrito que, para ser herói, precisa ter a imagem de homem alto, másculo e viril. Se existir essa regra em algum lugar, por favor, me mostrem, pois preciso verificar com meus olhos, pois, com sinceridade, se tudo (mas TUDO mesmo) que o Right passou durante ToQger, e ainda por cima os sacrifícios que ele fez em prol da sua equipe e do próximo, dando o máximo de si, não for uma atitude digna de HOMEM e de Herói, realmente, meu conceito de o que é ser homem e ser herói está MUITO deturpado, pois Right se mostrou um herói valoroso no decorrer da série. Apanhou, sofreu, errou e se reergueu. Ponto pra ele.



04 - Takeru (Red Mask/Hikari Sentai Maskman)

O cara foi um dos Reds que MAIS sofreu de toda a franquia. Desequilibrou o time MUITAS vezes com seu jeito impulsivo, cegado pelo amor de sua amada, que estava nas mãos do inimigo. Muitas vezes, comeu o pão que o diabo amassou por culpa de seus deslizes.  Foi o principal alvo na MAIORIA dos golpes dados pelos vilões. Mesmo cometendo MUITAS falhas, Takeru não se deixou abater. Mesmo que a sua história seja baseada num romance agridoce proibido, ele deu a volta por cima e não se deixou abater. Se superou, mas não teve um final feliz, mesmo fazendo as coisas certas no final. Mas deixou um bom legado, além de ser um lutador eficiente. Takeru merece estar nessa lista.



03 - Hakua Ryouga (Abared/ Bakuryuu Sentai Abaranger)

Ele é positivo. Ele é animado. Ele tem o dom de não deixar ninguém desanimar. Ele tinha tudo para ser um emburrado devido às circunstâncias da vida, como a perda da família, sobrando apenas a sua sobrinha, Mai-chan, para tomar conta. Mesmo assim, Ryouga se deixou mostrar como um exímio combatente. Como um herói responsável que, antes de ser guerreiro, sabe demonstrar a essência do Amor. Aliás, ouso dizer que Ryouga é o vermelho mais amoroso da franquia, até o presente momento dos Sentais que eu vi. A principal marca de Ryouga é o seu sorriso, que mostra que não precisa exibir só pancadas para se derrotar um inimigo. E isso o faz ser um vermelho exemplar.



02 - Sasuke (Ninja Red/Kakuranger)

Abobalhado no início. Fez algumas burradas. Mas depois, à medida que os episódios foram avançando, Sasuke foi se mostrando um herói exemplar. Mesmo sendo submisso a Tsuruhime, e mesmo que ela tenha sido praticamente a principal da série, Sasuke consegue roubar alguns momentos para si, como no caso em que ele "rouba" a espada do Muteki Shogun. O cara passou por maus bocados. Mas provou o que é ser um herói de verdade por não deixar se abater por causa disso. Ele evoluiu e MUITO do início para o final. Não iria deixa-lo de fora dessa lista por nada desse mundo.



01 - (Akaza Banban/Dekaranger)

Finalmente, o meu Vermelho favorito. Meu exemplo máximo de herói. Um herói que erra MUITO, mas MUITO mesmo no início. É disciplinado no decorrer da série. E no final, devido as suas atitudes heroicas, é recompensado com um ótimo posto na Polícia Espacial. E o mais legal de tudo: ele é reconhecido por seus companheiros. Ban tinha tudo para dar errado. É impulsivo, gritava muito, gostava de agir sozinho e era provocador. Mas tudo isso foi deixado de lado à medida que ele foi aprendendo a trabalhar em equipe e reconhecendo o potencial de seus colegas. Ban, a medida que foi evoluindo, foi aprendendo a impulsionar os amigos a acreditarem em si. E ele SEMPRE estava disposto a morrer, se fosse possível, para cumprir a sua missão como policial. Ah... como gostaria de ter sido ele. Como gostaria que Dekaranger fosse exibido no Brasil SÓ para ver o Ban ser venerado como merece (Tá, delirei agora!! :3 ). Adoro!!


_________________________________________________________________________________


Bem, essa foi a minha lista! Lembrando: NÃO é a verdade absoluta! NÃO é um modelo a ser seguido! Cada um é livre para seguir e fazer a sua lista. Ninguém é obrigado a concordar (ou discordar) dela. Afinal, como já disse uma vez, uma lista desse porte é algo subjetivo e deve ser usada para as pessoas conhecerem o que a franquia tem de melhor. Agora, cabe a vocês escolherem como seria a lista de vocês baseada no gosto PESSOAL de vocês. E aê? Como ficaria a lista de vocês? :D


Sukeban Deka II: Episódios 13, 14 e 15

By : Clock Up
Hey, pessoal!

Como alguns de vocês já estão cientes, o Goggle Red , que era responsável por grande parte do projeto, não está mais na equipe. Isso significa que a partir de agora, tentaremos da melhor forma possível, cobrir as múltiplas tarefas que ele desenpenhava, mas haverão algumas mudanças. Espero que vocês sejam compreensivos:




  • A parte de tradução, revisão e edição agora estão aos cuidados do Nazca e do Cap. Nascimento, dois dos nossos membros mais antigos e confiáveis. Acredito que nesse quesito, não haverá uma grande diferença na qualidade e padrão. 

  • Sim, eu sei que vocês estavam acostumados com os posts de lançamento elaborados e informativos do Goggle Red, sempre trazendo curiosidades sobre a série e sobre o cenário do j-pop nos anos 80. Infelizmente, ele era o único especialista no assunto, e de agora em diante, os posts de lançamento serão mais similares aos dos nossos outros projetos: curtos e com no máximo, notas de tradução. Peço desculpas.

  • Devido a probemas com seeding, de agora em diante, Sukeban Deka II estará disponível para download no MEGA. Por favor, peço para que vocês instalem o componente do MEGA em seus navegadores para não terem problemas na hora de baixar. Para facilitar o download de múltiplos episódios, coloquei na página do projeto um link da pasta do servidor.

Quando aos episódios... bem, não vou dar spoilers e me limitarei a dizer que eles são realmente ma sequência eletrizante e ao mesmo tempo desesperadora para a protagonista. A ponta do iceberg que é o passado de Saki já se encontra à vista, inclusive.
Por favor, divirtam-se.

Cheers!


Amigos do Pato e do Rampage! Querem ganhar DVDs de Tokus?? :D

By : RodrigoPatoDonald
                                           "É bom a gente ter amigos pra valer...." :D


Comentando hoje na Page do Blog Toku Force, me lembrei de uma música de Gonzaguinha imortalizada por Elis Regina, Redescobrir, cujo refrão dizia assim:

"Como se fora a brincadeira de roda....
  Jogo do trabalho na dança das mãos...
 O suor dos corpos na canção da vida...
 O suor da vida no calor de irmãos..."

Na minha opinião, essa é a MELHOR estrofe de uma música que define o nosso trabalho pelo Rampage. Cada membro, seja para revisão, tradutor, encoder, redator e etc, tem sua função reconhecida e respeitada, não só entre os membros da equipe, mas, também por cada um daqueles que visitam cada um de nossas sessões publicados no blog. Temos MUITAS parcerias! E  somos gratos a também a CADA um dos nossos visitantes que nos acham através de nossos parceiros, como o Blog Toku Force, o Tatisatsu, o THC Subs, Mendokusee, MelonEnergy e entre outros.

E é pensando em vocês que esse Pato chato que vos fala, resolveu expressar, em nome de todos do Rampage e de todos os nossos parceiros nessa toku-net, nossos SINCEROS agradecimentos para todos os nossos visitantes que baixam conosco e nossos parceiros, que comentam, que participam e deixam esse nosso sub, um feed positivo, ou uma crítica positiva, um elogio sincero, que debatem e discordam da gente de maneira civilizada e educada.



De MINHA parte, vou saber retribuir a gentileza de cada um vocês na medida do meu possível. Eu combinei com os meus chefes de Blog e companheiros, Fanboy e Clock que, uma vez por mês, iria sortear DVDs de Tokus ou Animes (ou os dois) feitos de forma caseira para nossos fãs, como uma forma de reconhecimento por todo carinho e reconhecimento que nos proporcionam. Será a nossa forma de agradecer a vocês pela atenção.

Como serão sorteados? Simples! Uma vez por mês, vou pegar TODAS as minhas matérias que postei no Rampage, vou pegar os nomes que participaram e vou colocar num saco e vou sortear. A cada resposta nas minhas matérias, eu vou colocar o nome (se tu tiveres 4 respostas, seu nome será marcado 4 vezes, o que aumenta a sua chance de ganhar) e vou sortear!

Esse mês, o nosso amigo Wallace Pinto Coelho ganhou os DVDs de Kakurangers (Wallace, dê o seu Plá aqui, faiz favô! XD) esse mês. Quem será o próximo?? XD

Então, participem com a gente! Brinquem com a gente! Pois trabalhamos nesses projetos com muita dedicação por vocês. Conto com a participação de vocês.

Abraços do Pato! QUACK!!


Tokusou Robo Janperson: Episódios 17 e 18 - Download

By : Charles William Krüger
Yo, minna.

Antes tarde do que bem mais tarde, já dizia alguém muito sábio:

Será que o Japão vai reduzir a maioridade penal por causa disso?


Hoje trazemos mais dois episódios de Janperson. Não vou dizer coisas tipo "São episódios assim e assado, acontece isso e aquilo." Só vou antecipar que são muito bons. A série, que já vinha bem, fica ainda melhor.

A verdade é que trabalhar com Janperson tem sido uma experiência espetacular. É legal receber o feedback das pessoas e algumas perguntas de Quando sai o próximo episódio?, mas a verdade é que nenhum de vocês amam essa série tanto quanto nós.
E acho que isso resume o sentimento de todos os Rampagers: o amor pelos projetos, a paixão por cada série/tokusatsu/dorama/anime/whatever que pegamos pra legendar.

Eis por que precisamos fazer tudo com calma. Amamos nossos projetos. Cada um deles merece a melhor qualidade possível. E eu sei que vocês entendem isso.


Já isso aqui não dá pra entender...




Sejam bons tokufãs e ajudem a seedar os torrents que depois que baixarem, ok?

Viva, Janperson! Viva os nossos projetos!

Moon Pride Legendada (Sim, porque nós AMAMOS Sailor Moon)

By : Charles William Krüger
Yo, pessoal!

Clock e eu somos grandes fãs de Sailor Moon. E somos completamente alucinados pela música de abertura da recente temporada Sailor Moon Crystal.

Tá, e daí?, alguém deve estar se perguntando.

Daí que eu decidi traduzir essa música e estamos disponibilizando aqui legendada.

 Cara, eu canto muito alto essa parte...

Quem canta esta música é o conhecido grupo japonês Momoiro Clover Z. O crédito do vídeo (extraído do Youtube) é do canal Momoiro Clover Z Channel. Obrigado a eles.

Enfim, é uma música foda e eu espero que você curtam e cantem junto.

Por fim, amanhã vamos lançar dois episódios inéditos de Janperson. Então fiquem atentos.  

- Copyright © Rampage Subs - Rampage Subs - Powered by Blogger - -